Tarot - O Caminho da Vida IX

IX - O Eremita

É aquele que chegou a definir-se, conhecer-se como PESSOA. “EU SOU O QUE SOU”, disse Adonai a Moisés na sarça ardente. E Adonai tornou o cajado de Moisés, Seu servo, uma ferramenta mágica. Sua existência terrena chegou ao cume em relação às experiências. Ë sábio. Sua velhice deve ser um prêmio; a consciência plena de si mesmo. Isolamento Reflexivo. Compreensão da Morte e do Sofrimento. Desapego do supérfluo.

O Eremita recebe de Adonai, pela sua perserverança, trabalho, estudo e aplicação das Leis Cósmicas, três ferramentas:

O Cajado de Moisés, com o qual capta o Grande Agente e o traz para o mundo sublunar. É um Mago.

O Manto de Apolônio, com o qual se reveste e se protege da corrente coletiva da Luz Astral e das suas emissões irresponsáveis pelos que não atingiram a maturidade.

A Lâmpada de Trimegisto, que ilumina cada novo dia que ele vive, descobre o que ele ainda precisa aprender, e clareia aquela oscuridade última a que chamamos, ignorantemente, MORTE.

Aprendeu a não temer o sofrimento, a privação, a morte. É, finalmente, um ADEPTO. Serenamente, sem pressa ou açodamento, percorre o que resta da Senda Iniciática que o levará á INTEGRAÇÃO COM O TODO. Para isto, terá de entrar na Roda do Destino, cumprindo o fim de um ciclo para começar o princípio de outro. Enfrenta, serenamente, a ÚLTIMA DAS INICIAÇÕES, chamada de “morte”.

Segundo sabemos, nesse momento inefável será atraído pela polaridade de Javé com a qual definitivamente entrou em afinidade magnética : AMOR ou ÓDIO. Ou bebe eternamente o néctar dos deuses, a ambrosia; ou sofre da sede e da secura por ser lançado àquele deserto ressequido dos que não comungam do corpo e do sangue do Cristo Cósmico, “Pois a minha carne é verdadeiramente uma comida, e o meu sangue é verdadeiramente uma bebida; quem come a minha carne e bebe do meu sangue, vive em mim e eu nele.”

Goza da Visão Beatífica, pois aprendeu o que é o AMOR, óculos mágicos que permitem a visão beatífica, pois como ensina S. João: “Quem ama VIU Deus; porque Deus é AMOR. Inserido, enfim, no Corpo Místico de Cristo, sente passar a seiva da Vida Eterna por dentro de si, conforme prometeu-nos o Homem-Deus: “Eu sou a verdadeira videira, vós sois os galhos (rebentos); permanecei em Mim, e eu permanecerei em vós. E aquele que permanece em Mim tem a VIDA".

Teremos, pois a Visão da Glória, a qual consiste em assistir ao momento eterno em que o Pai coroa o Filho Rei do Universo e o unge com o Espírito Santo: “Pai, EU QUERO que onde Eu estiver estejam também os que me deste; para que vejam a Glória que Me deste – O AMOR COM QUE ME AMASTE ANTES DA FUNDAÇÃO DO MUNDO.”

Destaques
Postagens Recentes
Archive
Search By Tags
Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© by ICTYS. Entre em contato clicando aqui: