Tarot - O Domínio da Vida I

O Mago

Depois de termos visto no bloco anterior que a alma engendrada por Deus é convidada a dar o pulo de Keter para Malkuth; depois de sabermos que Metatron a convida, não a obriga; depois de termos descrito o Primeiro, o Segundo e o Terceiro Nascimentos da alma - assuntos da pertinência da Câmara Zero, eis-nos prontos a prosseguir.

Retomemos o fio da meada no momento do Terceiro Nascimento ou Iniciação Formal.

Em antigos catecismos iniciáticos, O Louco descobriu-se BUSCADOR, chega até o centro de iniciações que escolheu livremente, sendo interpelado pelo seu Iniciador:

"- O que buscas?"

"-Busco um bom mestre que me queira instruir."

"-Então entra e aprende. Deverás, sistematicamente, abrir mão de tua liberdade absoluta, pois ela não permitiria o aprendizado; porêm, a cada capítulo iniciático, voltarás a recuperá-la e só continuarás se assim o quiseres."

São feitas, então, as explicações que permitem entender a Antiga Ciência e procede-se às práticas. Discretamente, o Buscador é transformado em O Mago (na verdade, O APRENDIZ).

E é como Aprendiz que ele aprende sua primeira lição de verdade: que ele traz, desde a sua Geração Eterna, as quatro Forças: Ouros, Espadas, Copas e Paus, iniciaticamente falando. Nos sistemas comparados equivale ao KARIBU Assírio, ao Kerub Mosaico ou à nossa conhecida Esfinge. E ela diz : "Qual é o animal que de manhã anda com quatro patas, ao meio dia anda com duas patas e de tarde anda com três ? Decifra-me ou te devorarei !"

Este enigma tem atravessado os milênios e continua sempre a ser, através dos Tempos e das Eras, a chave da iniciação:

Ó homem, conhece-te a ti mesmo!

Clique nos links para acessar os arquivos com as práticas desta câmara:

Destaques
Postagens Recentes
Archive
Search By Tags
Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© by ICTYS. Entre em contato clicando aqui: