Curso de Magia Branca - 6: absorvendo o DNA de Javeh

THAU (consciência de limites)

Sente-se confortavelmente, com as costas e a parte de trás da cabeça apoiadas numa parede ou coisa assim.

Feche os olhos suavemente.

Imagine um THAU acima da tua cabeça. Da cor que quiser, do material que quiser. O IMPORTANTE É A FORMA.

Quando o THAU ESTIVER UMA IMAGEM NÍTIDA, COM COR, OU BRILHO, DA SUBSTÂNCIA QUE QUISER SER, desça-o, suavemente fazendo-o ENTRAR na caixa craniana. Imagine que ele está no centro do teu cérebro, bem alojado e alocado e faça-o parar.

Centre nele tua atenção e comece a imaginar que o THAU se incandesce, emite luz e, talvez, cor. Conte mentalmente até dez, de..va..gar. Imagine, então, o THAU explodindo, fragmentando-se em milhares de pedacinhos.

Conscientize-se que cada pedacinho (ou micropartícula do THAU) transporta o DNA dele, QUE É O PODER DE TE CONSCIENTIZAR DE TEUS VERDADEIROS LIMITES.

Deixe por um tempinho, segundos bastam, as partículas carimbares TODO O TEU CÉREBRO E TUDO QUE ESTÁ DENTRO DO TEU CRÂNIO. Sature tua massa cinzenta do DNA do THAU.

Faça tudo voltar ao ponto central, onde vc havia colocado, alocado a letra THAU no centro do teu cérebro.

Arrefeça o calor e vá diminuindo a luz, as cores, até que volte a imaginar o THAU simplesmente como estava no começo.

Respire fundo, mas agradavelmente.

Faça o THAU DESCER ATÉ O PEITO. Aloque-o bem posicionado entre os pulmões e o coração. Entronize-o como se fosse um monarca no seu trono.

Repita a operação (a) dentro do teu peito. Certifique-se de que TODAS as micromoléculas do THAU aderiram às células do coração, dos pulmões, do aparelho digestivo, principalmente, do estômago.

Respire profundamente porém suavemente.

Faça o THAU descer lentamente até teu ventre. Aloque-o entre os rins e a bexiga.

Repita a operação (a).

Terminado o arrefecimento, normalizado o brilho, quando o THAU estiver formado como no começo dessa prática, CORTE-O EM DUAS PARTES : frente e costas, como se partisse um pão para pôr manteiga.

Conduza voluntariamente uma parte pela coxa direita, perna direita e pé direito até fora do teu corpo. Conduza a outra parte voluntariamente pela coxa esquerda, perna esquerda e pé esquerdo, até fora do teu corpo.

Respire fundo, e abra os olhos.

Preste bastante atenção depois dessa prática, pois ela vai fazer vc tomar consciência dos teus verdadeiros limites, para, no momento certo, combatê-los. É incrível, mas VAI ACONTECER.

ESSE EXERCÍCIO FOI TIRADO DE ZECHARIA SITCHIN, para quem vão metade dos créditos, e de Madona Compton, que fica com a outra metade. A mim cabe apenas o sistematizar e colocar dentro do meu sistema.

Gde abc.

Marlanfe.

Destaques
Postagens Recentes
Archive
Search By Tags
Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© by ICTYS. Entre em contato clicando aqui: