© by ICTYS. Entre em contato clicando aqui:

Curso de Magia Branca - 7: visualização orientada da letra Nun

NUN - Visualização  Orientada. 

Carta : A Morte 

 

Imagine que vc está percorrendo um caminho próximo a um rio que serpenteia ligeiramente para cima.  Acompanhando as margens, há muitos caniços que se agitam suavemente com o vento.  Ainda não é dia e você quer se aproximar de um certo ponto, de modo a contemplar uma vista belíssima à luz da madrugada. Vc aperta o passo, tropeçando um pouco nas sombras que antecedem a aurora, ouvidno os sons do murmúrio suave do rio, que ondula nas pedras, e de alguns pássaros que estão acordando, e de repente vc tem consciência de um desvio de sua percepção.

 

Vc pensava estar sozinha naquele deserto, mas pára e fica alerta. 

Subitamente, tem consciência de uma ppossível presença : será uma presença benévola?  Por um instante vc fica com medo... Depois, antes de conseguir perceber o que está  acontecendo, é completamente envolvida em uma névoa tão densa que não consegue mais enxergar o caminho. Nesse instante, acha que esbarrou em uma roseira, pois ao mesmo tempo sente o cheiro penetrante do perfume de rosas e os espinhos. Dá um passo para trás, insegura sobre o que fazer.

 

Novamente vc percebe uma presença; ao mesmo tempo, a apreensão se apodera de vc quando percebe que o seu pé está deslizando suavemente para dentro d’água.  Retira depressa o pé, mas repentinamente tem a nítida sensação de ter entrado em um pântano.; qualquer que seja a direção tomada, sente que está afundando. Então, com toda a calma, concentrada, vc se obriga a parar; no momento é impossível ver qualquer coisa, por isso vc permanece bem quieta e procura recompor-se.

 

Então, como se estivesse saindo de um sonho, uma forma começa a se delinear na nuvem densa que lhe envolve. Vc a encara, maravilhada, sabendo que aquele não é um Ser vindo da terra que vc habita. Então,, o seu medo desaparece e a figura angelical, que se comunica com vc apenas com os olhos penetrantes e profundos, deixa perceber que está ali só para lhe dar assistência, para lhe servir de guia. Vc sabe que no futuro, a qualquer momento em que sentir medo ou dúvida, vc trará de volta a lembrança daquele momento  e trará a Presença de volta à sua consciência para ajudar vc em qualquer situação.

 

A Visão faz sinal para que vc dê um passo à frente e entre no que lhe parece água profunda e fria. Mas como, no fundo, vc tem certeza de que fazer isto é absolutamente seguro e correto, vc segue em frente, à medida que o Anjo lhe leva para o fundo daquele útero aquoso verde-azulado. De repente,  vc está sob a água;  mas, surpreendentemente, consegue respirar normalmente: e a forma linda e leve de sua anfitriã ainda está à sua frente.  Vc continua a segui-la com um leve movimento no corpo. É como você se movimentasse no ar. Então, ao olhar par seus pés, vc vê no leito do rio pedras preciosas em profusão cintilando ao sol.

 

À medida que se desloca, vc sente que parece estar dissolvendo-se na água; entre vc e as ondas aveludadas e luminosas por entre as quais vc está se movimentando, não dá para perceber nenhuma fronteira. Ao sentir isso, vc sente um enorme assombro e uma vaga lembrança do que era estar no útero de sua mãe na aurora de sua geração.

 

Depois, parece que o seu sonho transitório é perturbado, quando vc sente estar se movimentando muito mais depressa; foi apanhada na correnteza e não está mais se movendo por vontade própria. Tenta enxergar a forma da sua Visão, mas ela desapareceu. Durante um instante, a apreensão volta a tomar conta de vc. 

 

A correnteza não pára, e impele-a para adiante, obrigando-a a render-se ao movimento dela. De repente vc percebe enormes anêmonas com as bocas abertas, como se fossem sugá-la, porém você se movimenta muito mais depressa do que elas.

 

No entanto, através das água prateadas dentro da névoa, outros vultos começam a tomar forma. No seu rodopiar acelerado, como em uma dança, você vê peixes de todos os tipos e matizes, nadando; então uma serpente comprida, verde-esmeralda, desliza pelo seu lado, ficando como protetora por algum tempo, e depois se afasta.  O medo faz seu coração bater com força; vc fica imaginando o que será aquela serpente : se ela voltará novamente com intuitos hostis. E ela volta, mas não lhe ofende nem lhe assusta.  

 

Então vc tem a impressão que é porque vc deve estar morta que ela não lhe causa mais medo. No entanto, de repente, vc se vê subindo junto com uma coluna de água, e seu guia surge novamente em sua frente durante alguns segundos. O bastante para vc ter visto ela apontar para um enorme disco brilhante que parece se ter  fixado na margem do rio.  E então, a guia desaparece.

 

Olhando novamente para o disco fulgurante, por um instante vc imagina que há uma imagem definida gravada em sua superfície

 

Apertando os olhos para vê-la entre os raios fortes de luz solar, nota que possui a forma de um lindo peixe dourado, alguns tons mais escuros que o amarelo do sol.

 

Vc sabe que tem de se aproximar daquele peixe que está no disco solar, o qual não está mais no céu,  e sim bem perto de vc, de sua percepção consciente.

 

A cada passo vc se maravilha ainda mais com o respeito que lhe incute aquela Presença, com uma Luz ofuscante que parece saída de um Templo de cristal puríssimo, refletindo a própria luz em matizes de arco-íris.

 

Então, vc vê-se olhando fixamente para o centro intensamente branco de luz, com a firmeza de uma águia encarando o Sol, e vê todas as coisas ao seu redor diluindo-se na Luz e entrando naquele Templo diáfano e luminoso, mais grandioso do que tudo o que vc já sentiu.

 

Foi naquele  Portal que a sua Guia desapareceu, por isto vc não teme. Com a certeza absoluta e o assombro de uma criança, vc se deixa também diluir na luz e ser levada para dentro do Templo do Sol.

 

FIM

 

 

 

 

Please reload

Destaques

Aula em vídeo 05/12/2019 - Os Aspectos de Jesus

05/12/2019

1/10
Please reload

Postagens Recentes
Please reload

Archive